A Trindade

2005-06-16

II - A minha paixão

E quanto ao Mel Gibson.
Meu filho, estás um bocado confuso, eu sei que sou um ser divino, mas na minha forma humana sou como as outras pessoas.
Apesar de fazer milagres e ressuscitar, o meu corpo é humano, por isso, é impossível aguentar uma tareia daquelas, o corpo humano não tem tantos litros de sangue.
E mais, deves achar que naquela altura as mulheres se depilavam, havias de ver o buço da Maria Madalena, que apesar de ser uma senhora excelente, era um bom bocado mais feia que a Mónica Belluci.
Se fosse assim achas que tinha ido para a cruz, hehehehehe, brincadeira angelical.

Fizeste de mim um super Cristo, até o exterminador ficava sem bateria a dar-me porrada antes de me matar.
Só me falta voar.
Agradeço a homenagem, mas põe lá isso num plano terreno que assim não há ninguém que acredite em mim, não achas?

E a Lúcia está aqui a dizer que se vais fazer o filme dela, quer que seja a Charlize Theron a fazer o papel de quando era nova, e já agora que tenha pelo menos uma cena de amor, que acho que ela não sabe o que é isso.
Se bem que acho que ela anda a dar na cafeína, está sempre a correr e a dizer que finalmente é livre, não percebo.
Os padres e o Salazar até lhe deram um quartito espaçoso num convento jeitoso e até falavam com ela de vez em quando.
E teve sempre o meu apoio.

Que a minha luz vos ilumine. (É bem mais barata que essa empresa do Demo a EDP, Electricidade Demoníaca de Portugal).